• mar e sol
    CRÔNICAS

    Crônica de travessia

    Inaugurando nossas crônicas filosóficas, compartilho com vocês uma breve reflexão sobre a experiência de ver uma senhora atravessar a Baía de Guanabara pela primeira vez. Entre a correria de sair de uma aula às 13h no Centro do Rio e entrar em outra às 14h, em Niterói, encontro uma senhora atravessando a Baía de Guanabara de barca pela primeira vez. Que cena fascinante perceber o olhar maravilhado dela, sua contemplação quase mística do movimento das ondas no deslocamento da barca, a ideia de voltar ao Rio pela Ponte para ter uma outra visão da Baía…   Fez-me lembrar das primeiras aulas de Filosofia Antiga, nas quais o professor falava sobre…